sábado, 26 de março de 2011

Altruísmo

Prefiro dar amor a recebê-lo,
Guardar suspiros - hino ao meu deleito.
Acaso o afago feito nos cabelos
Dedilha deslizando entre os relevos
E perfaz trilhas do teu ser esguio -
Seguras trilhas dos teus montes-seios -
Meu Aconcágua em leito é teu suspiro.
Meu cume de mil pés é teu prazer.

Teus olhos quando os vejo, só eu vejo
O cintilar, a luz que é minha e tua.
Eu gosto do teu gosto mais que o meu.
Tu gostas por meu gozo o gosto teu.
Assim como com Paulo, nosso apóstolo
A quem o amor do Cristo o transcendia,
Te transcendo no amor a fantasia
Deste gostar mais gosto dar que o meu.

2 comentários:

Priscilla disse...

Adorei, Yuri! Está de parabéns... ótimo ritmo, sonoridade e, enfim, poesia!

Hugo Simões disse...

nossa, tá muito bom mesmo cara!