sábado, 15 de janeiro de 2011

Saudades

Eu não sabia o que esperar
E agora só espero
Nunca fui tão sincero
E agora só sei te esperar

As voltas dos dias dão voltas
Dão voltas no próprio eixo
Volta na mente o dezembro
Assalta em meus lábios teu beijo

Fazem sentido os poemas
E todos os velhos clichês
Todos os clássicos temas
Os mudos cinemas me lembram você

Um comentário:

Anônimo disse...

=)