terça-feira, 21 de julho de 2009

A Frase do Dia

A frase do dia é: grandes são
Mas tem tantos outros dias com tantas outras frases
Que nem vale a pena guardar frase alguma de dia nenhum

Apesar disso
Parece que todo dia
A mesma frase permanece no meu calendário:
- grandes são

O poeta estava certo
Não em ser poeta
Mas em ser amargo
E em não entender o tremor das pernas
Que tremem mesmo quando não tremem
E dançam sem querer dançar
Mesmo quando não se movem

Às lágrimas! ah, as lágrimas, tsc tsc
Já me acostumei com elas
Ainda assim
Eu não tenho medo do amor
Mas é o amor quem tem medo de mim
E sai correndo

Nesse jogo de ponta cabeça
O adversário não vem
Embora eu já esteja de uniforme vestido
E é sempre ele quem ganha de W.O.

Eu fico com o W. C. mesmo
E não compreendo as coisas ridículas
Apenas, como sempre,
Espero
E quando enfim a tempestade de desespero me exaspera
A aspereza do vazio me faz todo chão parecer um buraco
O ar, sim,
É um imenso buraco escuro em que me sinto caindo eternamente
Um poço profundo que não produz eco
E eu por dentro grito
AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAaaaaaaaaaaaa
Mas é um grito abafado por travesseiros de outros quartos

Ela sempre disse não
Mesmo quando disse sim
E eu pensava que minha face descolaria
E que mandaria pro diabo qualquer carnaval da minha vida
Minha vida sim,
É um carnaval
Um baile de máscaras
Mas de tão desgastadas pelo tempo e pelas interpéries
Que os pierrôs deformaram a própria cara
Porque mais caro é o embuste
E nessa farsa tragi-cômica
Cômica porque ridícula
As columbinas são todas prostitutas
E eu
Um pobre, um pé-rapado, um desgraçado, um verme, a gonorréia e olhe lá

E a frase da noite?
Tudo é grande

Nenhum comentário: